30.8.05

ao telefone

A sua maior paixão continua a ser o telemóvel. Podem dar-lhe todos os brinquedos que ele vai adorar mas se lhe passa um telemóvel pela visão fica louco. Qualquer telemóvel lhe prende a atenção mas se for o do pai ou o da mãe, então, é o delírio. A mim, na verdade, não me agrada muito porque ronda a obsessão. Como não lho damos, por norma, são garantidos largos momentos de choro, baba, ranho e soluços... tudo o que uma autêntica birra merece.
Há dias no "chinês" (essas lojas que nascem como cogumelos) comprei-lhe um de plástico (durou essa tarde e a noite). Não deixa de ser engraçado vê-lo à conversa: ri, fala, escuta e no fim, antes de deligar, não podem faltam os "beeiios".

4 comentários:

_rutHe_ disse...

Posso deixar aqui o meu número?
Sempre pode ser que o teu borrachinho me ligue...Será?

LOLOLOOL

Beijinho Grande :)

Anónimo disse...

Olha que ele liga! Márcia

Isabel (akombi) disse...

as crianças têm sempre adoração por telefones, talvez por nos verem acham piada.

jinhos

AnaBond disse...

ehehehehhehe

o meu por outro lado não quer saber dos de plástico... nem sequer um que já não trabalha. é fino... acho que sai à mãe... ahahhah

Blog Archive