9.11.07

pt.25


Os percentis nunca têm importância nenhuma até termos um filho que está abaixo do considerado normal. O miúdo é pequenino e gordo, pronto, tudo bem. Mas... é um miudo tranquilo que tem um riso fácil e uma gargalhada linda. Brinca, fala e grita mas não muito. Irrita-se quando lhe tiram coisas da mão. Adora bolachas e tostas e pão e tudo o que se possa comer. Embirra um bocado com a sopa mas de resto marcha tudo. Vira-se para qualquer lado de onde venha a voz do irmão. Dorme bem mas não muito.


4 comentários:

Mar disse...

O P. já esteve no 5. Agora vai no 50. Foi sempre um miúdo saudável e feliz. É dos baixinhos do infantário (aqueles miúdos devem estar todos acima do 75), mas é rijo.

Sabes? Os percentis não interessam mesmo nada, só fazem mal ao coração das mães. :)

AnaBond disse...

tens tanta razão.

o joão sempre esteve nos 50 (peso) e 75 de altura. e sempre afirmei que desde que estivesse bem que queria lá saber do percentil. era mais as vezes que não sabia do que as que sabia.

com a inês... nasceu antes do tempo, nem tinha percentil. além de ser permatura, tinha baixo peso mesmo para os 8 meses (durante um mês não deve ter aumentado de peso, ainda mesmo na minha barriga).
nasceu com 8 meses e 1850kg.
percentil? nem havia.

agora anda abaixo dos 10... e é uma festa. mesmo que esteja no 50 de altura (imagina a elegância).

mas quando em 3 meses diminuiu de percentil (do 10 para o 5 porque só aumentou 250 gramas) aí é que ficamos aflitas.

se bem que eu não estava. continuava bem disposta, bem refilona, comia como se não houvesse amanhã (ainda come) e tinha boa cara.
a médica pesou-a e mediu-a e viu-se aflita para fazer estas duas coisas (mais o auscultar e o medir a cabeça) porque ela mexia-se com uma força descomunal (detesta). só ao confrontar os dados com os da consulta anterior ficou com a pulga atrás da orelha.
foi fazer análises a quase tudo... e está óptima.

como a pediatra diz, não é defeito, é feitio ;)

mamã Xana disse...

Nunca pensei nisso enquanto tive só uma filha entre o pt 75 e 90... como ele é mais pequeno (agora está no 50) dou por mim a pensar nessas coisas. :P

Mas realmente o mais importante é eles estarem bem, a crescer, ao seu ritmo, as normas aqui só servem para complicar (principalmente a cabeça das mãe!).

Zuza disse...

nada como ter um pediatra q desvaloriza por completo isso!

segundo ele o percentil só serve para ver se o ritmo é constante. a única coisa q o preocupa são as mudanças bruscas de percentil. o resto são tretas! ;))

a felicidade deles, thanks god, ainda não se mede em cms ou quilos! ;DD

Blog Archive