18.11.08

o que tem de ser tem sempre força

Vou levar este caderno e esta caneta porque eu hoje vou aprender a ler e a escrever.

O nosso filho de quatro anos e meio anda sedento de letras e números e desenhos.

Eu agora levo sempre uma mochila que é também vou para a primária.

Desde que descobriu a “etapa” que se segue que pensa nela e imagina-se nela. São os meninos da primária que lhe fazem as delicias. Os “crescidos” do ATL são um novo objectivo. Ainda falta mais uma ano!

Como é que se chama esta rua?

O nosso filho de quatro anos e meio quer saber tudo. Quer saber o que se passa à sua volta. Por onde anda e para onde vai. Pergunta. Reflecte. Corrige. E quando eu lhe peço para parar de crescer um bocadinho porque há tempo e não precisa de correr tanto ele diz, calmamente: ó mãe, desculpa, mas tem de ser!

3 comentários:

flores disse...

Ah pois é (já não tão), bebé. :)

Zuza disse...

:)

(não sei se deste conta mas eu, agora aqui, é mais smiles :PP)

Mãe da malta disse...

E ainda bem!

Um cromo da bola, mas com conhecimentos :)

Blog Archive