20.10.05

coisas que nos deixam a rir durante algum tempo:

o pai chega a casa e de joelhos em frente dele abra os braços e pergunta: "onde está o abraço do pai?". Feliz pelo regresso do pai aproxima-se calmamente e quase que complacente pega na manga do casa e diz: "tá qui".

O pai no chão e eu no sofá. Ele a brincar. Tem o biberon na mão e bebe-o já sem grande vontade. Com o ar matreiro que é o dele abre a boca deixando escorrer o leite. O pai não resiste e ri. Ele olha para mim e para as minhas calças e esfrega a boca nelas. O pai ri à gargalhada. Ele sente-se engraçado!

3 comentários:

nadiasm disse...

Culpa do pai!

Susana disse...

ahahah, o pai é que é o culpado!! devia ser castigado! :P

Costinhas disse...

hehehehe

E não havia de se sentir!

Até eu achei engraçado!

Blog Archive