11.5.06

birras

(acho que nos próximos tempos muitos outros posts vão ter este título)

Há algumas que são fáceis de antecipar embora nunca de evitar. Porque no carro quer sentar-se no lugar do condutor e não na cadeirinha ou porque nunca quer sair do banho, são actualmente as duas mais frequentes e para as quais o desfecho é sempre o mesmo: berreiro! Depois há as outras que também já vão sendo reconhecíveis e domináveis. Porque não quer o biberon do urso quer o dos peixinhos e quando vem o dos peixinhos já quer o do urso. A estas não damos saída: "não queres não bebes fica aqui" e passado algum tempo acaba por lá ir buscá-lo. Por fim as piores, as subitas e inexplicáveis. Vêm do nada e sobre nada. Ontem, por exemplo, 20 minutos de choro por causa de uma bolacha que ele queria e que eu lhe dei. Acho que teve a ver com a maneira como ela saiu do pacote)!!?!

5 comentários:

Xana disse...

Lol!

Karla disse...

Eles "birram" pelas coisas mais incríveis. A minha prima quando tinha 2 ou 3 anos de um dia para o outro deixou de comer bolachas que não estivessem inteiras: a minha tia tinha-se armado em Monstro das Bolachas a explicar-lhe as formas. Vá lá a gente adivinhar...

Carla Granja disse...

Olha, e a minha berra e eu não sei porque será. Agora anda numa de berrar na mamada a seguir ao banho. Qulquer dia tenho lá os vizinhos a perguntar o que se passa...

Carla Dantas disse...

Abriste o pacote como deve ser???? Olha que se calahr foi isso :)))

Costinhas disse...

Sabes, realmente é preciso técnica para se tirar bolachas do pacote... acho que já fazem cursos sobre esse tema!

:p

Ai birras... haja paciência!

Blog Archive