25.2.08

fora de casa

Eu tenho uma amiga que escreve novelas, outra que vai tudo o que são festa da socialite e outra que sabe tudo sobre destinos e alojamentos. Juntámo-nos depois de muitas tentativas falhadas e conseguimos um jantar fantástico e uma conversar que correu até à uma da manhã.
Não sei bem porquê que não conseguimos fazer destes jantares mais vezes. É uma mistura gira de gentes e de estilos de vida. Ficamos eternidades sem nos vermos mas voltamos com a tranquilidade e a naturalidade dos tempos da faculdade. Sem filhos e sem namorados/maridos o jantar é um encontro. Uma espécie de regresso sem saudosismo. Um estar alí tranquilo que em nada retira sentido áquilo que somos e contruimos, pelo contrário.

2 comentários:

Costinhas disse...

esses jantares fazem maravilhas!

Carla Granja disse...

Já diria Paulo Bento: Sempre com tranquilidade...

Blog Archive