26.2.08

tenho a certeza que sim!

Vamos os dois buscar o irmão. Pelo corredor ouve-se um bebé a chorar.

Ui, ui um bebé a chorar. Será que é o teu irmão?!

Corre à minha frente e entra na sala dos bebés. É da casa!

O irmão está debruçado sobre a cadeirinha onde um outro bebé chora. (Fico na dúvida se será um gesto de consolo ou um pedido de desculpas.) Feita a conversa da praxe com a educadora saímos.

Vês mãe não era o meu irmão que estava a chorar. Eu sabia que não era ele. Sabes que eu conheço o choro do meu irmão! Eu sei quando é ele que está a chorar...

1 comentário:

Liliput disse...

Logo que o mais novo nasceu, eu percebi que há uma magia entre irmãos que nos ultrapassa. Eles sabem coisas que a nós nos escapa.

Blog Archive