4.5.10

e outras vezes não me sei explicar lá muito bem

A "fraude" vem para contraria a ideia de que as coisas correm sempre bem e que tudo é muito fácil. Um ideia que pode passar para quem lê blogs como este cujo objectivo é registar momentos. Bom, no fundo eu queria apenas ajudar a Mar a acalmar as hormanas e lembrar-lhe que também aqui há dias em que se servisse de alguma coisa eu os atiraria pela janela. Como não serve de nada ficamo-nos pelas palmadas no rabo (que também perdem o efeito rapidamente).

6 comentários:

Susie disse...

Eu falo por mim...mas não sinto que isso te torne uma fraude. De maneira alguma.
Sei perfeitamente que quando escrevemos (a maior parte de nós) queremos registar as partes positivas, as memórias bonitas, os excelentes momentos que vivemos. Mas claro que não é sempre assim! Aliás, se formos a pôr na balança são mais os momentos de caos do que os de tranquilidade. Mas o que é que fica no fim do dia? Fica aquilo que vamos depois escrever no blogue, certo? E isso é que é realmente importante!

Xana disse...

Sendo assim .... Somos todas umas fraudes!!!! E, olha que eu sou uma fraude muito maior do que tu e tenho só dois filhos!!!!!

Mar disse...

Obrigada, Márcia!!

Não és fraude nenhuma. E não me parece que este teu espaço seja muito cor-de-rosa e perfeitinho. Acho que percebeste o que eu queria dizer.
É que eu não posso mesmo ter outro filho agora e as descrições como as tuas só me dão mais vontade...

InêsN disse...

ahhhhhhhhh assim, não concordando de qualquer modo, já compreendo o título :)

(cada um escreve o que quer no blog. quem pensa que se trata de um retrato global e fiel da nossa vida está redondamente enganado..)

Madame Pirulitos disse...

Só sei que estes teus posts me deram uma vontade incontrolável de escrever sobre isto.

RuRafael disse...

Olha, no outro post relataste a minha vida, sem tirar nem por, e eu só tenho 2.
A cena de correr nu pelo corredor, acontece-me todos os dias, e ainda por cima descalço... PASSO-ME!
O ter que ir para a cama é tão mas tão complicado :p
Mas depois, como todas a mães, tem as suas coisas boas. Ainda esta noite, ele adormeceu na cama dos pais com o pai, e eu quando fui-me deitar, tirei-o de lá ao colo e ele disse-me: "boa noite, mãe. gosto muito de ti".
Pronto, já me esqueci dos pés descalços ;)

Um beijo enorme para ti e a tua familia LINDA!!!

Blog Archive